terça-feira, 6 de julho de 2010

SALDO DAS LUTAS - UMA REFLEXÃO

Penso que os meus dois combates de Muay Thai no evento realizado sábado passado (3 de julho/2010) no Ginário Baby Barione foram um grande passo na minha carreira de professor e lutador.

Foi importante porque agora eu sei com certeza e de primeira mão que condicionamento, tanto físico quanto psicológico, são essenciais.
Não vou comentar agora sobre as lutas em si, uma das quais venci por TKO e a outra perdi (também por TKO).


Abaixo confira as principais fotos da ação. Nesta postagem vou comentar sobre a atitude e o preparo físico específicos que precisam ser adquiridos para estas modalidades de contato total. Isso é o que muitos artistas marciais e instrutores de defesa pessoal ainda falham em entender. Uma luta é uma luta. Você se submete ao mesmo tipo de estresse físico e psicológico tanto nas ruas quanto nos ringues. Porém, no ringue há a vantagem de aprender com a sua experiência e assim afiar melhor as suas "ferramentas".

E como é uma oportunidade de testar a si mesmo e à sua arte e habilidade - e que todos podem tentar de um jeito relativamente seguro - ninguém precisa lutar nas ruas colocando sua vida em perigo. Agora tenho a certeza de que é possível construir algo através destes testes.
E para todos os que ainda insistem em desprezar a utilidade dos esportes de contato, sugiro que revejam seus preconceitos e, melhor ainda, a se inscrever em algum campeonato amador desta natureza para averiguarem sua capacidade marcial em condições de resistência por parte dos adversários e a limitação de golpes nas regras.

Sua experiência será o seu mestre.

Ginásio lotado. Organização da FLEPAM de parabéns!
No corner me preparando para a minha luta de estréia
Final do primeiro round (120 segundos bem intensos!)
Final do round 2. O "gás" quase acabando... 
Vitória na minha primeira luta. É a vida...
Segundo combate. Round 1.
Boa troca e defesa de chutes, mas perdi por TKO.
Com 37 anos de idade fui a "zebra" do evento ;-)

Meus agradecimentos à FEPLAM e seus organizadores por propiciarem este evento e esta oportunidade.
E meus agradecimentos especiais ao Luiz Carlos, meu aluno, "sparring" e "corner"; à minha esposa Flávia Imoto que liderou o meu fã-clube e tirou as fotos acima; ao meu sogro Milton Imoto por ter filmado as duas lutas que em breve postarei aqui, enfim, a todos os amigos e praticantes do Método Imoto que compareceram no dia e foram me apoiar e prestigiar. Muito obrigado!

Nenhum comentário: