sexta-feira, 18 de novembro de 2011

A MOTIVAÇÃO DO SAMURAI


Quem faz o que gosta se torna competente na atividade que exerce, seja ela qual for. Tal pessoa não depende de estímulos extras além do seu próprio entusiasmo para se aperfeiçoar.

Para o antigo samurai a capacidade de motivar a si mesmo e aos outros é o que diferenciava o mestre do aprendiz, o profissional do amador.
Motivar vem do latim motivare que significa mover. Tudo que ativa a nossa vitalidade também nos inspira. E os melhores motivadores são os que nos desafiam a passar por um processo de revisão de comportamento e adaptação às mudanças.

Motivação gera satisfação.
As recompensas financeiras são consequências de um amadurecimento que se converte primeiro em excelência profissional.

Lembrem-se: a verdadeira motivação do samurai era servir e cuidar.

Cumpra com dedicação a sua função social, mesmo que seja uma ocupação temporária no caminho para exercer exclusivamente aquilo que lhe garantirá autonomia.
É questão de esforço e reflexão incansável, mas também de coragem e ousadia, justamente qualidades que são exercitadas no fascinante mundo das LUTAS.

Nenhum comentário: