quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

DIDÁTICA DO MÉTODO IMOTO


Nas artes marciais, a medida que os praticantes aprendem novas possibilidades de posturas e movimentos, golpes, técnicas, táticas e estratégias, este conhecimento vai se acumulando como se formasse um bloco de informações. E como todo icebergue, 90% do que aprendemos ficará escondido e armazenado nas profundezas escuras do nosso INCONSCIENTE...

O desafio passa a ser COMO trazer à luz do dia tudo o que foi aprendido para não ficarmos limitados aos 10% da informação acessível no topo.

No MÉTODO IMOTO descobrimos uma solução.

Além de seguirmos o Princípio da Simplicidade de Conteúdo, adotamos uma didática de treinamento intensivo destinada a sobrecarregar a mente consciente com mais dados do que ela consegue guardar.

Por exemplo, nas aulas você experimenta diversas sequências livres repletas de manobras de ataque e contra-ataque (NUNCA DE "DEFESA" OU "BLOQUEIO"!) em vez de decorar as técnicas apresentadas ou se preocupar com detalhes inúteis.
O número de golpes embutidos em cada manobra eventualmente tornará impossível memorizar todas elas. Entretanto, as CONEXÕES NEURAIS (sinapses) estarão sendo preparadas subliminarmente, sem necessidade da intervenção da mente consciente, o que ajuda a evitar atrasos na reação ao perigo.
A partir deste estágio será o momento ideal para a prática em 3 ritmos/velocidades do CONTATO LIVRE rever, sinergizar e consolidar tudo o que foi desenvolvido anteriormente, afinal esta é a META do treinamento.

Reflexo, instinto e pensamento gradualmente se combinarão em uma só AÇÃO COORDENADA!

Logo depois de alguns dias as primeiras sequências aprendidas começarão a surgir naturalmente para você, de forma automática, espontânea e inconsciente. O único limite será a sua CRIATIVIDADE... Mas o melhor é que seu golpes estarão funcionando com 100% de EFICIÊNCIA!

Esse é o resultado da psicologia de sobrecarga usada no MÉTODO IMOTO.

Sabemos que a mente consciente é insuficiente para suportar o CAOS da violência. O importante é que a informação necessária seja absorvida na mente subjetiva do praticante, que é muito mais poderosa e confiável para lidar sem medo com o estresse do combate.

E assim o conhecimento se converterá em HABILIDADE CORPORAL.

Nenhum comentário: