sexta-feira, 22 de junho de 2012

SOBRE A LUTA

Você não se sente tão vivo em nenhum outro lugar do jeito que se sente em uma ACADEMIA DE LUTAS. É você e outro cara igualmente preparado e todos os outros assistindo. Não tem nada a ver com ganhar ou perder. E não tem a ver com conversa fiada.
Você vê um cara chegar na academia pela primeira vez e a bunda dele parece uma massa de pão branco. Quando o vê aqui seis meses depois, ele parece esculpido em madeira maciça. Esse cara acredita que pode lidar com qualquer coisa. Nessa academia há barulhos e grunhidos igual a qualquer sala de musculação, mas lutar não tem a ver com ficar bonito.
Lutar não é como assistir MMA pela televisão.
Você não está assistindo a um bando de homens que não conhece e que estão em alguma parte do mundo se esmurrando ao vivo, com comerciais de cerveja e uma pausa para identificação do canal. Depois de lutar com suas próprias mãos, assistir vale-tudo é como assistir a um filme pornô quando poderia estar transando de verdade e loucamente.
Praticar uma luta lhe dá uma razão para ir sempre à academia, para cortar cabelos e unhas bem curtos. Na musculação há sempre um monte de caras tentando parecer homens, como se ser homem significasse parecer com o que um escultor ou um diretor de arte dizem que deve ser.
Ficar bombado não é difícil. Superar o medo, sim.
Quem nunca esteve em uma luta pensa várias coisas. Pensa em se machucar, em sobre o que é capaz de fazer com o outro. Para estes digo que não vale a pena morrer sem cicatrizes, que já deveria estar cansado de ver apenas profissionais lutando e que lutar é uma forma de saber mais sobre si mesmo.
Talvez seja preciso destruir algo para construir algo melhor no seu lugar...
Não tem nada de pessoal em quem você enfrenta na luta. Você luta para aprender a lutar e por lutar.
A maioria dos caras está na academia por causa de algo que têm medo demais para enfrentar. Depois de algumas lutas você passa a ter bem menos medo das coisas.
Muitos grandes amigos se conhecem lutando entre si.
Mas por quê lutar?
Tudo que uma arma faz é concentrar a explosão em uma direção.
A luta canaliza nossa energia nervosa em uma direção também.
A frustração e a raiva são energias que não podem ser acalmadas com o consumo desenfreado que a mídia oferece.
Na LUTA você encontra alívio e redenção.

Nenhum comentário: