quinta-feira, 4 de julho de 2013

É HORA DE DAR UM BASTA...


Onde pessoas sem treinamento assistem dor e sofrimento, um praticante graduado do MÉTODO IMOTO vê oportunidades perdidas de encerrar uma agressão.

Este vídeo (http://youtu.be/AKfcc2rM_xImostra uma jovem mãe sendo repetidamente espancada na frente da sua filha de três anos por um ladrão depois de arrombar a casa dela pela porta dos fundos.

Ela perdeu várias chances de derrubar o agressor...

O problema é que ela não sabia COMO fazer isso.

Somente o treinamento correto poderia prepará-la. São raras as pessoas que conseguem sobreviver a este tipo de violência sem ficar com sequelas físicas e traumas psicológicos. Essa mulher foi forçada a se submeter na esperança de defender seus dois filhos (no andar de cima havia um bebê de 18 meses dormindo).

Tudo se limitou a uma invasão seguida por roubo e espancamento gratuito.
Sabemos que no desenrolar destes crimes poderia ter acontecido um estupro e um latrocínio.

E talvez nem as crianças fossem poupadas.

Muitas autoridades na defesa pessoal recomendam que a vítima se renda e se entregue para evitar maiores danos. Eles diriam que essa mulher fez bem em não enfrentar e lutar contra o invasor...

E eles estão certos!

Contra um sujeito desses não se deve lutar. Ele é maior, mais forte e demonstrou noções de estrangulamento.

Porém...

...CAUSAR UMA LESÃO nas partes vitais do corpo dele seria o suficiente para dar a ela uma chance de escapar com os filhos e protegê-los de verdade.
E, apesar de poucos estarem cientes disso, ferir gravemente outro ser humano é uma ação física ao alcance de qualquer homem ou mulher. Obviamente exige necessidade, decisão e oportunidade. E como sempre aviso, exige ainda a capacidade de neutralizar e encerrar a ameaça imediata.

A má notícia é que tal habilidade não se adquire sem conhecimento e treinamento especificamente idealizados e projetados para cumprir essa única finalidade.

Antes devemos nos perguntar como esse cara conseguiu chegar até esse lar?

Trancas são inúteis quando a porta já foi arrombada...

Primeiro precisamos evitar e desestimular. O último recurso para salvar nossa vida e a de nossos entes queridos é o uso da FORÇA LETAL.

Nada começará a mudar somente com indignação e sofrimento mudo.

Todos sabemos que a criminalidade é um problema tanto social quanto político... Mesmo assim nada deve nos impedir de exercermos o nosso direito (e dever) de nos protegermos e também defender quem estiver aos nossos cuidados.

Isso exige TREINAMENTO ESPECIALIZADO.

Compartilhe esse artigo, principalmente com as mulheres, as presas prediletas desses predadores covardes.
Estou disposto a expor na mídia essa mensagem para chamar a atenção da sociedade e assim alertar e proteger milhares de donas de casa, estudantes e trabalhadoras em geral e também as crianças.

Seu apoio pode fazer a diferença.

Sozinho sou mais um instrutor de autodefesa preparando um praticante de cada vez a sobreviver e vencer. Com sua ajuda posso ir a público, debater essa questão da violência urbana e doméstica na TV e demonstrar que ninguém precisa elevar as estatísticas por falta de informação. Na maioria das vezes um conhecimento básico de alvos vitais aliado a um mínimo de técnica são suficiente para prevenir situações brutais como a do vídeo acima.

Sempre lhes desejando uma vida segura,

PROF. LUCIANO IMOTO
Idealizador do MÉTODO IMOTO
Diretor e Instrutor de autodefesa da Academia Imoto em São Paulo, SP
www.MetodoImoto.com

Nenhum comentário: